Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘centro’

Miragens do centro

Um homem chorando sozinho
em cima de um prédio…
Às duas da matina,
uma vida de tédio
pode, com um passo,
pra sempre acabar.

Um velho doente que passa
pedindo uma esmola,
um menino carente
de colo tem cola
e deseja um futuro
que nunca virá.

Não virá para os que sobrevivem
debaixo das pontes,
ou então agrupados aos montes,
nas escadarias sob as catedrais.
Infelizes dos olhos tão secos,
os travecos, as putas dos becos
dos sufocos, dos cocos, dos loucos,
miragens reais.

Em todo o centro da cidade,
nas praças, na lama
dos mangues, há sempre
alguém que te chama,
bastaria abrir
os seus olhos pra ver.

Pra ver que, na vida, você
nunca viu quase nada,
só o seu umbigo
e sua cara inchada
de sono no espelho
pelo amanhecer.

E você, isolado do mundo
num arranha-céu,
não enxerga o buraco profundo
pro qual a cidade um dia escorreu.
Não enxerga também no horizonte
o horizonte de quem já não tem
horizonte, só tem uma ponte
que não leva a nada
nem leva a ninguém.

Sob a ponte, meu senhor,
Sob a ponte impera a dor.

[Wedmo Mangueira/Helmir Etílico]

Anúncios

Read Full Post »